COROLLA

História dos carros Desportivos da Toyota (parte 5)

O automóvel mais conhecido da Toyota e o mais vendido em todo o mundo pode por muitos ser conhecido como um modelo familiar, mas ao longo dos anos foram produzidas algumas versões do Corolla que foram dos mais acarinhados desportivos Toyota.

O lado desportivo do Corolla

O mais icónico Corolla é sem dúvida o AE86 de meados dos anos 80. Com seguidores espalhados pelo Mundo, o AE86 apelidado assim de forma carinhosa pelos seus seguidores, fazendo referência ao código do modelo usado pela Toyota, apresentava como característica principal uma tração traseira dos coupés desportivos em vez da tradicional tração dianteira.

/
/
 
/

Equipado com um motor longitudinal montado na dianteira com dupla árvore de cames o motor 1.6 litros, capaz de produzir 124 cv envia a potência para o eixo traseiro e possui um equilíbrio e dinâmica únicas. Rapidamente se tornou a escolha de muitos pilotos de rali que conseguiam encontrar nele rapidez, tração traseira e fiabilidade.

O sucesso do AE86 advém ainda por ser o primeiro carro a popularizar a “arte” desportiva de drifting com várias aparências nas salas de cinemas. O sucesso no mundo do drifting começou com a lenda Japonesa Keiichi Tsuchiya, devido ao excelente equilíbrio e controlo do carro, permanecendo um carro de referência neste desporto. O AE86 mais famoso é o branco e preto que apareceu no filme “initial D “ em 1995, que retratava a vida de Takumi Fujiwara, uma motorista que realizava entregas de tofu durante o dia e à noite era o rei do drift em estradas de montanha, ao volante do Corolla AE86.

GTI

Nos finais dos anos 80, aparece outro desportivo Corolla, o Corolla GTI. Neste momento o tradicional familiar recebia motores poderosos, suspensões desportivas e kits estéticos agressivos.

/
/
 
/
/

Equipado com um motor de 1587cc, com dupla árvore de cames e injeção monoponto capaz de produzir 130 cv, oferece uma poderosa resposta ao acelerador. Aliada a esta soberana motorização, encontramos um peso de apenas 1075 kg, capaz de uma velocidade máxima de 200 km/h e menos de 9 segundos dos 0-100 km/h. Para oferecer uma melhor experiência aos condutores, a suspensão foi melhorada e os travões tradicionais, foram substituídos por uns ventilados. A nível estético este modelo era acompanhado por kits desportivos, tanto no exterior como a nível interior. A nível exterior eram visíveis os para-choques da frente desportivos, um spoiler e saias laterais com as insígnias GTI. No interior o volante era de três raios e os bancos tipicamente desportivos.

Todas estas características diferenciavam o Corolla GTI, que não deixa ninguém indiferente.

Saiba mais.

MR2

History of Toyota sports cars (part 6)

Configurações de Cookies

A Toyota usa cookies no site para lhe poder fornecer um serviço mais completo e funcional. Se está satisfeito com atuação, continue a usar o site normalmente ou descubra como alterar as suas configurações de cookies aqui.

OK