Toyota e JAXA iniciam projeto

de veículo elétrico lunar

Plano previsto tem como objetivo lançar o veículo lunar em 2029

A Toyota Motor Corporation (Toyota) e a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA) acabam de assinar um acordo de pesquisa conjunta durante três anos, (do ano fiscal de 2019 até o ano fiscal de 2021). No passado dia 12 de março de 2019, as duas partes anunciaram o seu acordo de colaboração para pesquisa conjunta de um veículo elétrico lunar tripulado e pressurizado que utiliza a tecnologia de pilha de combustível (hidrogénio) da Toyota.

Ao longo do período de pesquisa conjunta de três anos, como parte integrante de um projeto internacional, a JAXA e a Toyota irão fabricar, testar e avaliar protótipos, com o objetivo de desenvolver um veículo lunar (lunar rover) tripulado e pressurizado para explorar a superfície lunar. Esta forma de mobilidade é necessária para atividades de exploração humana na superfície lunar, mesmo com a quantidade limitada de energia que pode ser transportada para a lua, está previsto que o veículo a pilha de combustível (Fuel Cell) tenha uma autonomia na superfície lunar de mais de 10.000 km.

Detalhes do projeto de pesquisa conjunta:

Período de pesquisa conjunta
De 20 de junho de 2019 até o final do ano fiscal de 2021. Uma visão geral da pesquisa a realizar em cada ano fiscal abaixo:
Exercício fiscal de 2019: Identificar elementos tecnológicos que precisam ser desenvolvidos para conduzir na superfície da lua; elaboração de especificações para um protótipo do veículo lunar* Exercício de 2020: Fabrico de componentes de teste para cada elemento tecnológico; fabrico de um protótipo Exercício fiscal de 2021: Teste e avaliação dos componentes de teste fabricados e o veículo protótipo

* O protótipo do veículo lunar será uma versão modificada de um veículo de produção

Referência 1
A JAXA pretende adquirir dados relacionados a tecnologias de condução para desenvolver um veículo lunar tripulado e pressurizado. O veículo lunar será usado em missões para explorar as regiões polares da Lua, com o objetivo de investigar a possibilidade de usar os recursos da Lua - como água congelada - e adquirir tecnologias que permitam a exploração das superfícies de corpos celestes maciços.

Referência 2
A 1 de julho de 2019, a Toyota estabeleceu um departamento dedicado chamado: “Lunar Exploration Mobility Works”; A Toyota planeia expandir o número de elementos no departamento para 30 até o final do ano.

Referência 3
Plano previsto tem como objetivo lançar o veículo lunar em 2029
-A partir de 2022: Fabrico e avaliação do protótipo do veículo lunar em escala 1: 1; aquisição e verificação de dados de sistemas de condução necessários para explorar as regiões polares da lua.
-A partir de 2024: Projeto, fabrico e avaliação de um modelo de engenharia do veículo lunar; projeto do veículo final para a viagem espacial.
-A partir de 2027: Fabrico e testes de desempenho e qualidade do modelo final para viagem espacial

Fruto de várias décadas de investigação e desenvolvimento, a Toyota avançou com o desenvolvimento de um veículo pioneiro movido a hidrogénio que foi colocado à venda no Japão em 2014 e com mais de 3500 unidades vendidas, está já a contribuir para uma sociedade assente na mobilidade sustentável. Mirai - que significa “ futuro” em japonês – é comercializado em vários países da Europa desde 2015 e assume-se como o pioneiro do próximo passo em mobilidade ecológica, utilizando o hidrogénio como combustível e emitindo apenas vapor de água.

Com este projeto, em colaboração com a JAXA, a Toyota pretende desenvolver e colocar a sua tecnologia de pilha de combustível também na lua.

Sobre o veículo lunar Toyota/JAXA:
Dados técnicos previstos para o protótipo:
- Comprimento: 6.0m; largura: 5.2m; altura: 3.8m
- Espaço habitável interior: 13m3
- Lotação prevista para 2 pessoas (4 pessoas em caso de emergência)

Sobre o Toyota Mirai:
O Toyota Mirai é o primeiro automóvel sedan a pilha de combustível de produção em série no mundo. O Toyota Mirai iniciou a sua comercialização em 2015 e até à data tem sido vendido no Japão, Califórnia, Alemanha, Reino Unido, Dinamarca e Bélgica, com a Holanda e a Suécia em 2016, na Noruega em 2017. Como demonstração da forte aposta na sociedade de hidrogénio, a produção da pilha de combustível do Toyota Mirai irá aumentar para mais de 30 mil unidades a partir do ano 2020.

Com o Mirai, a Toyota está na vanguarda do desenvolvimento da pilha de combustível, graças às avançadas capacidades de engenharia e ao profundo conhecimento e experiência da tecnologia Híbrida. O Mirai vai permitir à Toyota elevar a consciência, o conhecimento e a aceitação da tecnologia da pilha de combustível e promover o desenvolvimento da necessária infraestrutura de hidrogénio. Vai também ajudar a Toyota a compreender a experiência dos clientes com a nova tecnologia, juntamente com percursores que querem levar o combustível hidrogénio para outros níveis.

Com o sistema pioneiro Toyota Fuel Cell (TFCS), totalmente desenvolvido dentro de portas, o Mirai recorre a um conjunto de pilhas de combustível, a um depósito de hidrogénio de alta pressão e ao conhecido sistema híbrido da Toyota.

Ao utilizar hidrogénio como combustível para gerar eletricidade, o Mirai alcança performances ambientais únicas sem qualquer emissão de CO2 ou de gases poluentes durante as viagens e, o mesmo tempo, proporciona o mesmo nível de desempenho e autonomia dos veículos com motores de gasolina, com uma generosa distância entre reabastecimentos e com um tempo de enchimento do depósito de hidrogénio em cerca de três a cinco minutos (semelhante a atestar um depósito de gasolina num posto de abastecimento).

Toyota e JAXA iniciam projeto de veículo elétrico lunar

Saiba mais sobre...

Toyota e CATL com acordo para baterias em carros elétricos Toyota e CATL com acordo para baterias em carros elétricos Toyota e CATL com acordo que inclui não apenas o fornecimento de baterias, mas também a evolução e o desenvolvimento de baterias para 100% elétricos (BEV) veículos híbridos plug-in (PHEV) e a pilha de combustível (FCEV). Toyota APM, um veículo para pessoas com mobilidade reduzida Toyota APM, um veículo para pessoas com mobilidade reduzida Toyota 100 elétrico (BEV) para transporte de última milha (last mile), para apoio e socorro de funcionários e visitantes durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. Toyota C-HR Neon Lime no Super Bock Super Rock 2019 Toyota C-HR Neon Lime no Super Bock Super Rock 2019 A Toyota volta a associar-se aos Festivais de Música, como “Carro Oficial” no festival Super Bock Super Rock, no Meco. Depois do irreverente modelo AYGO, a Toyota apresenta, este ano, o crossover C-HR numa versão exclusiva em parceria com a JBL – o C-HR Neon Lime Toyota e Denso desenvolvem componentes para carros autónomos Toyota e Denso desenvolvem componentes para carros autónomos Parceria procura acelerar investigação e desenvolvimento para a mobilidade do futuro, que a Toyota designa como veículos CASE (Connected, Automated, Shared, Electrified) Conectados, Autónomos, Partilhados e Eletrificados.
Configurações de Cookies

A Toyota usa cookies no site para lhe poder fornecer um serviço mais completo e funcional. Se está satisfeito com atuação, continue a usar o site normalmente ou descubra como alterar as suas configurações de cookies aqui.

OK