Final inglório para Tänak e TOYOTA GAZOO Racing

na Sardenha

Depois de um desempenho muito forte ao longo do fim de semana na Sardenha, o piloto da TOYOTA GAZOO Racing, Ott Tänak, estava a caminho da sua terceira vitória consecutiva no campeonato mundial de ralis FIA de 2019, quando uma questão na direção do Yaris WRC o atrasou na última especial da prova. O piloto Estónio terminou o desgastante rali italiano na quinta posição da geral mas à frente de seus rivais no campeonato, o que lhe permite assumir o comando da competição.

Depois da vitória em Portugal, a equipa seguiu para Itália, com a ilha mediterrânica da Sardenha a receber a oitava prova da época. Após o shakedown na quinta-feira, o rali teve início efetivo no dia seguinte. Ott Tänak iniciou uma grande luta pela liderança, em condições difíceis, por ser o segundo na estrada de manhã e o primeiro na estrada à tarde. Com temperaturas a rondar os 40ºC, o Yaris WRC de Tänak encontrava-se no final de sexta-feira em terceiro, a 11,2s do líder e 0,4s atrás do segundo classificado.

O seu companheiro de equipa, Jari-Matti Latvala, também liderou durante o dia antes de cometer um erro que lhe custou oito minutos. No seu regresso, forçou o andamento e teve um despiste, sendo obrigado a parar. Não tendo disputado o evento no ano passado, Kris Meeke foi cauteloso e terminou o dia em sexto, a menos de meio minuto da liderança do rali.

Sábado era o dia mais longo da prova, com 6 especiais e 142,42 quilómetros cronometrados, com o rápido desgaste de pneus, temperaturas elevadas e piso difícil com muitas pedras, Ott Tänak optou por levar uma mistura de pneus médios e duros durante a manhã, enquanto os seus rivais escolheram pneus duros. O piloto Estónio aproveitou ao máximo a superior aderência dos pneus, conquistando de imediato o segundo lugar na primeira especial e encurtando o seu tempo para o líder.

Conseguiu manter esse desempenho toda a manhã, alcançando a liderança do rali na 12º especial, para à tarde aumentar a sua vantagem para 25,9 segundos, tendo sido o mais rápido em todas especiais do dia.

Durante essa manhã, Kris Meeke manteve a sexta posição da geral e começou a aproximar-se dos dois pilotos à sua frente. Infelizmente, na fase final do dia, teve que parar para trocar um pneu, perdendo dois minutos e descendo para o oitavo lugar. Depois de ser obrigado a desistir na última especial de sexta-feira, Jari-Matti Latvala, reiniciou a manhã com tempos competitivos, apesar de ter que abrir a estrada.

Nas quatro etapas finais de domingo, Ott Tänak, manteve a liderança durante as três etapas iniciais, antes de um problema de direção na derradeira Power Stage o fazer perder mais de dois minutos, relegando-o para a quinta posição final. O seu colega, Kris Meeke, terminou o rali na oitava posição da geral e Jari-Matti Latvala, que alcançou o quarto melhor tempo na Power Stage, terminou a prova em décimo nono da geral.

Tommi Mäkinen (diretor da equipa)
“Este ultimo dia de prova foi um dos momentos mais difíceis para a nossa equipa. Durante todo o fim de semana, o carro mostrou forte desempenho e fiabilidade. E de repente, algo inesperado acontece no troço final. Claro, estamos a investigar o que causou o problema. É uma grande deceção para todos e especialmente difícil para Ott e o seu co-piloto Martin.

Estão agora a liderar o campeonato, mas teria sido muito melhor ir para as férias de verão, depois de vencer os últimos três ralis. Será uma sensação difícil nos próximos dias, mas tenho a certeza que nos podemos recuperar ”

Para aceder ao Dossier de Imprensa e imagens do Evento:
URL: https://www.tgr-dam.com
*Para aceder ao novo sítio de imprensa, terá que se registar.

TOYOTA GAZOO Racing e Tänak com final inglório na Sardenha

Saiba mais sobre...

TOYOTA GAZOO Racing, com Nasser Al-Attiyah, termina o Dakar 2020 em segundo TOYOTA GAZOO Racing, com Nasser Al-Attiyah, termina o Dakar 2020 em segundo O Rali Dakar 2020 chegou ao fim com Nasser Al-Attiyah da TOYOTA GAZOO Racing e o navegador Mathieu Baumel a subir ao 2º lugar do pódio. A dupla, aos comandos da Toyota Hilux, após cerca de 5.000 quilómetros cronometrados pela Arábia Saudita, terminaram a 6 minutos e 21 segundos do 1º classificado. Toyota avança para o futuro da mobilidade a hidrogénio com segunda geração do Mirai Toyota avança para o futuro da mobilidade a hidrogénio com segunda geração do Mirai Toyota avança para o futuro da mobilidade a hidrogénio com 2ª geração do Mirai com um aumento da autonomia até 30%. Com 3 depósitos e um sistema de pilha de combustível eficiente, o elétrico zero emissões, da Toyota é um FCEV – Fuel Cell Electric Vehicle que garante superior dinâmica e a eficiência Toyota RAV4 Plug-in, o novo topo de gama híbrido da marca Toyota RAV4 Plug-in, o novo topo de gama híbrido da marca Toyota RAV4 Plug-in com sistema híbrido de carregamento externo, com 306 cv, 0-100 km/h em 6,2 s, Emissões CO2 de 29 g/km. O SUV da Toyota é o melhor na categoria em termos de autonomia elétrica (EV) permitindo circular em modo 100% elétrico durante mais de 60 km. Vendas no segundo semestre 2020 Toyota anuncia a primeira extensão da gama desportiva GR Supra, com o motor 2.0L Toyota anuncia a primeira extensão da gama desportiva GR Supra, com o motor 2.0L Toyota GR Supra com novo motor a gasolina 2.0L Turbo, 258 cv, 400 Nm de binário e uma aceleração 0-100 km/h em 5,2 segundos. Motor mais leve e compacto, poupa 100 kg, melhorando as características de inércia, para além de uma distribuição de peso perfeita de 50:50. Início das vendas em março 2020.
Configurações de Cookies

A Toyota usa cookies no site para lhe poder fornecer um serviço mais completo e funcional. Se está satisfeito com atuação, continue a usar o site normalmente ou descubra como alterar as suas configurações de cookies aqui.

OK