Sistema de segurança Toyota Safety Sense

equipa 10 milhões de veículos no mundo

Toyota Safety Sense equipa 10 milhoes de veiculos

• Em apenas três anos e meio, 10 milhões de veículos contam com o conjunto de sistemas de segurança preventiva - Toyota Safety System;
• Sistema instalado em 90% dos veículos Toyota e Lexus no Japão, Estados Unidos e na Europa;
• As colisões na zona traseira do veículo foram reduzidas em 70% (90% quando combinadas com sensores de estacionamento traseiros inteligentes (ICS), que abrangem colisões na zona traseira do veículo a velocidade mais baixa);
• Desenvolvimento contínuo para minimizar acidentes em cruzamentos;
• O sistema está disponível em veículos em 68 países e regiões, com expansão prevista a cerca de 100 até 2020.

A Toyota acaba de anunciar o número total de veículos equipados com o sistema de segurança Toyota Safety Sense (TSS)i.O conjunto de sistemas de segurança preventiva desenvolvido pela Toyota atingiu a marca de 10 milhões de unidades, aproximadamente três anos e meio após a sua introdução, em março de 2015. Prevê-se que o conjunto de sistemas esteja, até final do ano, em três milhões de veículos no Japão e cinco milhões de veículos na América do Norte.

A Toyota apresentou pela primeira vez o conjunto de sistemas no “Corolla” com o principal objetivo de democratizar a tecnologia de segurança. Hoje em dia, o Toyota Safety Sense, equipa aproximadamente 90% dos veículos Toyota e Lexusiipara o mercado Nipónico, Norte-Americano e Europeu.Neste momento está presente em 68 países e regiões, incluindo a China, outros países Asiáticos, o Médio Oriente e Austrália.

O Toyota Safety Sense ajuda a evitar ou mitigar danos e/ou ferimentos causados por acidentes de trânsito graves, com base em dados de acidentes do Japão, dos Estados Unidos e da Europa. Abrange os três aspetos seguintes:

.O sistema de pré-colisão (PCS): ajuda a prevenir e mitigar danos causados por colisões na traseira dos veículos envolvendo outros veículos e/ou peõesiii ;
.O Alerta de Mudança de Faixa de Rodagem (LDA): ajuda a evitar que o veículo se desvie da sua faixa de rodagem evitando assim colisões frontaisiv;
.Luzes de Máximos com Controlo Automático (AHB): contribui para a deteção precoce de peões e a redução de acidentes durante a condução noturnav.

De acordo com os dados recentes da marca, veículos equipados com o Toyota Safety Sense reduziram em aproximadamente 70% as colisões na zona traseira do veículo - o tipo mais comum de acidente no Japão. No caso do TSS com sensores de estacionamento traseiros inteligentes (ICS) (que abrangem colisões a baixa velocidade), as colisões na zona traseira do veículo foram reduzidas em aproximadamente 90%.

O Toyota Safety Sense continua a evoluir com base numa abordagem em duas frentes: reforçar a sua adaptabilidade a acidentes de trânsito que envolvam mortes e/ou ferimentos e democratizar ainda mais o conjunto de sistemas, com o objetivo de eliminar por completo as mortes e lesões no trânsito.

O Toyota Safety Sense de segunda geração, introduzido em janeiro de 2018, melhora a deteção e o desempenho, em comparação com a versão anterior e permite que o conjunto de sistemas responda a acidentes noturnos com peões e/ou bicicletas. O desenvolvimento adicional está concentrado no alargamento do espectro de acidentes de trânsito fatais e/ou com feridos, como atropelamentos e colisões frontais com veículos que se aproximam em cruzamentos.

A Toyota e a Lexus pretendem introduzir o conjunto de sistemas de segurança em cerca de 100 países e regiões, incluindo a Ásia e a América Latina, até 2020.

Comprometidos em alcançar uma sociedade de mobilidade segura com o objetivo final de zero acidentes, a Toyota acredita que a segurança é fundamental no fabrico de automóveis e que melhorias significativas na segurança rodoviária só podem ser atingidas com a democratização de equipamentos de segurança avançados, como o Toyota Safety Sense e atividades de consciencialização e apoio ao desenvolvimento de um ambiente de trânsito que inclua o uso do Sistema de Transporte Inteligente (ITS) e tecnologias de conetividade.

iInclui veículos da marca Lexus equipados com o sistema Lexus Safety System + e Lexus Safety System +A
iiConsiderando encomendas e vendas de veículos no Japão, E.U.A. e Europa entre Janeiro e Setembro de 2018.
iiiPCS (com radar laser e camara com mono-lente em apenas certos veículos) deteta objetos na zona frontal do veículo mas não deteta peões.
ivOs dois sistemas LKA (Lane Keeping Assist) e LTA (Lane Tracing Assist) incluem as funções LDA
vInclui o AHS (Adaptive High Beam System)
viBaseado em cálculos independentes realizados pela Toyota usando dados de acidentes do Instituto de Pesquisa de Acidentes de Trânsito e Análise de Dados (ITARDA).

Valores calculados com base na taxa de ocorrência de acidentes de trânsito dos veículos Corolla, Prius, Premio e Allion equipados com Toyota Safety Sense versus os não equipados (totalizando 680.000 veículos no geral) entre janeiro de 2015 e dezembro de 2017.
As taxas foram reduzidas em aproximadamente 90% com a combinação do “Intelligent Clearance Sonar” [ICS] travagem com sensores de estacionamento traseiros inteligentes [Objetos Estacionários]), projetado para evitar colisões e mitigar os danos a velocidades muito baixas.

Saiba mais sobre...

Toyota põe festivaleiros com a "cabeça à roda" no MEO Sudoeste Toyota põe festivaleiros com a "cabeça à roda" no MEO Sudoeste De 6 a 10 de agosto na Zambujeira do Mar, o Toyota C-HR, a viatura oficial dos festivais de música de verão, promete, não só dar boleias grátis aos milhares de festivaleiros do MEO Sudoeste, mas também deixá-los de “cabeça à roda”. Toyota e BYD com acordo de desenvolvimento de 100% elétricos Toyota e BYD com acordo de desenvolvimento de 100% elétricos Acordo para o desenvolvimento conjunto de veículos 100% elétricos (BEV) inclui o desenvolvimento conjunto de sedans e SUV em plataforma rebaixada. Com o lançamento previsto de BEV na China na primeira metade de 2020. Toyota e CATL com acordo para baterias em carros elétricos Toyota e CATL com acordo para baterias em carros elétricos Toyota e CATL com acordo que inclui não apenas o fornecimento de baterias, mas também a evolução e o desenvolvimento de baterias para 100% elétricos (BEV) veículos híbridos plug-in (PHEV) e a pilha de combustível (FCEV). Toyota APM, um veículo para pessoas com mobilidade reduzida Toyota APM, um veículo para pessoas com mobilidade reduzida Toyota 100 elétrico (BEV) para transporte de última milha (last mile), para apoio e socorro de funcionários e visitantes durante os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.
Configurações de Cookies

A Toyota usa cookies no site para lhe poder fornecer um serviço mais completo e funcional. Se está satisfeito com atuação, continue a usar o site normalmente ou descubra como alterar as suas configurações de cookies aqui.

OK