TOYOTA GAZOO Racing

pronta para o WRC

Após 17 anos, a TOYOTA GAZZO Racing completou os testes antes do regresso ao Campeonato Mundial de Rali da FIA (WRC), mostrando-se pronta para o lendário Rally de Monte-Carlo, que decorre de 19 a 22 de janeiro.

Após uma pausa de 17 anos, a TOYOTA GAZZO Racing completou o programa de testes antes do regresso ao Campeonato Mundial de Rali da FIA (WRC) mostrando-se pronta para o lendário Rally de Monte-Carlo. A prova decorre de 19 a 22 de janeiro em estradas de montanha, com condições que podem variar entre asfalto seco, gelo e neve.

Liderado por Tommi Mäkinen - quatro vezes campeão mundial de rali e quádruplo vencedor do Rally de Monte-Carlo – acompanhado pelo piloto Jari-Matti Latvala (# 10), um dos pilotos de rali mais rápidos do mundo e Juho Hänninen (# 11), com uma vasta experiência de ralis. A equipa mundial de ralis - TOYOTA GAZOO Racing tem todos os ingredientes necessários para ser bem sucedida no Rally de Monte-Carlo.

Tendo alcançado no passado um sucesso considerável no Campeonato Mundial de Rali, o recente projeto Yaris WRC representa um novo capítulo na longa história de competições da marca. A equipa mundial de ralis TOYOTA GAZOO Racing Team mantém as suas expectativas altas para 2017, pois tem como finalidade o melhoramento do carro e a aprendizagem sobre os resultados alcançados.

O lendário Rally de Monte-Carlo é o mais antigo do mundo e já vai na sua 85ª edição, marcando o início de uma nova fase para o WRC com regulamentos técnicos revistos, resultando numa competição de carros mais rápidos, mais leves e acima de tudo proporcionando uma competição mais grandiosa e impressionante.

O Rally Monte Carlo não é o maior evento do calendário de ralis, mas provavelmente é o mais complicado, com pouco menos de 380 Kms cronometrados. O tempo variável e as superfícies do terreno significam que a escolha de pneus e a configuração do carro são fundamentais, assim como todas as informações de última hora que as equipas registem, sobre o piso e as condições climatéricas, sendo cruciais para o bom desempenho do carro em corrida.

Após o tradicional início com a cerimónia na Praça do Casino de Mónaco, às 18H da próxima quinta feira, 19 de janeiro, o rali inicia com duas etapas noturnas na região dos Alpes-de-Haute-Provence. Na sexta-feira, terá lugar a etapa mais longa do rali, com mais de 160 Kms. Após concluída esta etapa, no sábado o percurso prossegue para o sul, desde Gap para Mônaco, através de cinco etapas de montanha. A etapa de domingo inclui duas passagens sob a sinuosa estrada de montanha em Col de Turini.

A cerimónia de entrega de prémios desenrola-se no Palácio dos Príncipes de Mónaco às 15:00.

Mensagem do Presidente da Equipa Akio Toyoda

Toyota está prestes a voltar para o WRC.

“Na conferência de imprensa da nossa equipa, no final do ano passado, expliquei que foi o apoio e o entusiasmo dos nossos fãs e o sentimento de gratidão aos nossos antecessores, que me levou a decidir voltar ao WRC.

Antes dessa conferência, decidimos que Jari-Matti Latvala seria o nosso outro piloto do Yaris WRC.

Conheci Jari-Matti inesperadamente no Rali da Finlândia, em 2014, e tive a oportunidade de falar com ele. Na época, ele era um dos pilotos da Volkswagen.

Nesta conversa, ele mostrou-me fotos no seu smartphone, do primeiro carro de rali que ele tinha conduzido no seu primeiro rali, um Corolla GT e o primeiro carro que conduziu no seu primeiro WRC, um Corolla WRC. Demonstrou-me o seu entusiasmo pela Toyota, penso que ele falou comigo não como o presidente da Toyota mas como um amigo e apaixonado da Toyota e de ralis.

Naquela época, não imaginaria que a Toyota voltaria a competir no WRC ou que Jari-Matti se iria juntar à nossa equipa para conduzir o Yaris WRC. Quando foi comunicado que tínhamos assinado um contrato com ele, lembrei-me da sua expressão quando me mostrou as fotos. Quando veio da pista de teste para participar na conferência de imprensa da equipa em dezembro passado, Jari-Matti falou sobre a construção de "carros de rali cada vez melhores" referindo as nossas palavras.

Na verdade, ele continuou a trabalhar durante o processo de testes para aperfeiçoar e melhorar o carro e como torná-lo um concorrente mais capaz.

O meu desejo de competir na primeira corrida do WRC, o Rally Monte-Carlo, cresceu agora que a equipa dá as boas-vindas ao piloto Jari-Matti, e mal posso esperar pelo início do rali. Juho Hänninen conhece o Yaris WRC melhor do que qualquer outro, e trabalhou para o aperfeiçoar desde o seu desenvolvimento. Jari-Matti Latvala começou a sua carreira a conduzir viaturas da marca Toyota e tem uma vasta experiência de condução no WRC. Os co-pilotos Miikka Anttila e Kaj Lindström também fazem parte da equipa, ao pilotar o Yaris WRC, criado pela equipa de Tommi Mäkinen.

Está a iniciar-se uma nova fase para produzir carros cada vez melhores com a ajuda de muitos colegas, incluindo funcionários da Toyota, parceiros e fãs que nos ajudam a alcançar a nossa visão. Não gostamos de perder e não planeamos perder, sendo este um rali que não é fácil ser conquistado.

Estou confiante que a energia positiva de todos os que intervém neste desafio e dos nossos fãs chegará à equipa, ao carro e aos pilotos, e aguardo com expetativa a entrada da Toyota novamente no WRC.”

Akio Toyoda
Presidente da Toyota Motor Corporation
Presidente da equipa, TOYOTA GAZOO Racing

TOYOTA GAZOO Racing pronta para o WRC
A nossa política de privacidade

Utilizamos cookies no nosso site para lhe prestarmos um melhor serviço.  Se concorda, continue a usar o site, ou então veja como gerir as cookies.