Localizar um Concessionário Marcar um Test-drive Configure o seu Toyota O Meu Toyota

Toyota Hilux Imperial pronta para o DAKAR 2015

A corrida promete estar à altura da imagem criada
pelas anteriores 35 edições

Para os adeptos do desporto automóvel o mês de Janeiro é sinónimo de uma das mais duras competições: o Rali do Dakar. A corrida de 2015 promete estar à altura da imagem criada pelas anteriores 35 edições, que se tornou um dos eventos de deporto automóvel mais famosos pela sua dificuldade e pelos magníficos cenários.

16-12-2014

Para os adeptos do desporto automóvel o mês de Janeiro é sinónimo de uma das mais duras competições: o Rali do Dakar. A corrida de 2015 promete estar à altura da imagem criada pelas anteriores 35 edições, que se tornou um dos eventos de deporto automóvel mais famosos pela sua dificuldade e pelos magníficos cenários. Tal como em 2012, 2013 e 2014, a equipa Toyota Imperial South Africa Dakar vai estar presente à partida, alinhando com a última evolução da Toyota Hilux preparada para a competição.

"Estamos muito confiantes com a mais recente evolução da conhecida e reputada Toyota Hilux Dakar”, afirma o Diretor da Equipa, Glyn Hall. “Esta é a terceira geração da Hilux que já terminou em 3º lugar nesta difícil prova que é o Dakar. E, ainda mais importante, os pilotos estão tão confiantes e satisfeitos como eu.

Toyota Hilux Dakar 2015
Toyota Hilux Dakar 2015

O alinhamento de pilotos para 2015 não mudou relativamente ao Dakar 2014: Giniel de Villiers, que venceu o evento em 2009, será uma vez mais o piloto principal da equipa Toyota Imperial South Africa Dakar. Este será o 12ª ano de participação de Giniel de Villiers no rali. Ao seu lado estará o seu navegador de longa data, Dirk von Zitzewitz (Alemanha), ele próprio um veterano nestas andanças com presença em 14 edições do Dakar.

Leeroy Poulter e o navegador Rob Howie uma vez mais vão estar em ação na segunda Toyota Hilux. Esta dupla deixou a sua marca em 2014 quando alcançou o 3º tempo mais rápido na terceira etapa, terminando na 33ª posição, após cumpridas as 13 etapas da corrida.

A nova Imperial Toyota Hilux é essencialmente uma evolução da anterior, mais do que um veículo desenvolvido de raiz. O que quer dizer que, para a sua preparação, se conservaram os pontos mais positivos das anteriores gerações, ainda que a Toyota Hilux 2015 foi a que mais mudou visualmente até hoje.

Imediatamente evidente é o facto da rodas suplentes terem saído da traseira do veículo. Uma das rodas foi agora colocada debaixo do cockpit, enquanto outras duas foram montadas nas partes laterais, atrás das portas. Esta alteração permitiu passar um peso considerável de cerca de 120 kg para uma zona, mais baixa e mais importante entre os eixos, o que resultou numa maior estabilidade com o rebaixamento do centro de gravidade.

É uma diferença enorme”, explica o veterano do Dakar Giniel de Villiers quando se refere a estas alterações. “A nova pick-up é muito mais rápida nas secções sinuosas e trabalhámos também muito na suspensão para que pudesse aterrar melhor depois de cada salto.”.

A evolução desta configuração deveu-se principalmente aos novos regulamentos, que permitem que a Toyota Hilux seja 60 kg mais leve do que anteriormente. De modo a que pudesse retirar a máxima vantagem desta redução de peso, a equipa melhorou a distribuição de massas conferindo uma maior capacidade dinâmica e estabilidade mesmo em situações limite.

Além da poupança de peso, os regulamentos também permitem agora um restritor de ar ligeiramente maior. Esta medida foi tomada numa tentativa de equilibrar as forças entre os motores atmosféricos e turbodiesel que essencialmente competem na mesma categoria – tendo em conta a vantagem de os blocos turbo sofrerem menos com a elevada altitude e na passagem por areias grossas do que os motores atmosféricos, tal como o utilizado também pela Toyota Hilux.

Paralelamente, a nova Toyota Hilux dispõe de um sistema de suspensão totalmente revisto e desenvolvido na África do Sul, de um novo sistema de ar condicionado e de muitas outras melhorias relativamente à versão anterior.

Tudo isto será colocado à prova quando começar o Dakar de 2015 em Buenos Aires, na Argentina, a 4 de Janeiro de 2015. O percurso da prova mantem a travessia de vários países da América do Sul, com a visita ao Chile e à Bolívia, antes de regressar à Argentina para o final de volta a Buenos Aires, a 17 de Janeiro.

A Toyota Hilux da Imperial South Africa Dakar não será a única a participar, no Dakar 2015. Tal como na edição passada, a equipa sul-africana vai receber apoio logístico e de infraestrutura dos belgas da equipa Overdrive ao longo de toda a prova. A Overdrive dá igualmente apoio a outros concorrentes que alinham com outras Toyota Hilux, incluindo pilotos de reconhecidos méritos como Lúcio Alvarez (Argentina), Bernhard ten Brinke (Holanda) e Yazeed Alrajhi (Arábia Saudita).

As 2 Toyota Hilux oficiais partiram a 15 de Dezembro para a Argentina e, uma vez mais, vão ser transportadas pela SAA Cargo. Os fãs do Rally Dakar podem seguir a Equipa Toyota Imperial South Africa Dakar no Facebook, em www.facebook.com/toyotasouthafrica e pelo Twitter em www.twitter.com/toyotasa.

A nossa política de privacidade

Utilizamos cookies no nosso site para lhe prestarmos um melhor serviço.  Se concorda, continue a usar o site, ou então veja como gerir as cookies.